Parece que agora já há consenso: o Brasil vai desacelerar mesmo. A dúvida é: quanto? Em que prazo?

O que ninguém ainda fala pra valer é que esta desaceleração irá machucar muito endividado de última hora.

Leiam abaixo a Miriam Leitão, que tem uma visão mais próxima da minha. E sugiro que ouçam o último áudio do blog dela, que fala sobre o tema.

http://oglobo.globo.com/economia/miriam/post.asp?t=fim_dos_descolados&cod_Post=120455&a=73

E como contra-ponto, leiam o que saiu no Valor Econômico de hoje, onde economistas acham que os investimentos externos, que na visão deles continuarão vindo para o Brasil, compensarão outros desarranjos. Tomara. Mas eu duvido…

http://www.valoronline.com.br/valoreconomico/285/primeirocaderno/Desaceleracao+da+economia+sera+lenta+e+pouco+intensa,,,62,5099437.html

Abraços, F.