http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20080817/not_imp225444,0.php

A edição de ontem do Estadão trás a reportagem linkada acima, onde eu sou um dos entrevistados.

O USD vem ganhando força frente ao EUR, uma vez que a Europa dá sinais inequívocos de desaceleração. O mesmo ocorre frente ao Real. Não dá para estimar o quanto da recente virada na paridade é oriundo de especulação, ou reflexo da deterioração da nossa balança de transações correntes – além da perspectiva de piora adicional da balança comercial, fruto da esperada queda nas cotações das commodities.

Espero que seja esclarecedor de alguma forma. Abraços, F.