Caríssimos,

Muita gente chega neste blog porque faz o seguinte tipo de pesquisa no Google (e assemelhados): “como pagar menos juros”, “juros bancários mais baratos”, “bancos com juros mais baixos” e por aí vai.

Como eu acho que nunca postei nada tão específico assim, vamos em frente:

1. Banco caro/banco barato: não existe nenhuma pesquisa digna de nota, que nos dê uma indicação deste tipo. Os grandes bancos de varejo tendem a cobrar juros mais baixos do que os bancos “de nicho” (aqueles que só fazem consignado [na PF] ou desconto de recebívies [na PJ]. O motivo é simples: os bancões tem custo de funding mais barato e ganham a mesma coisa que os pequenos, cobrando menos do clientes. Um segundo motivo é que podem ganhar dinheiro também através da venda de outros produtos (e.g. serviços diversos, cartão de crédito, seguros, etc.).

2. Como você pode pagar menos: existem “n” formas de fazê-lo, mas eu dou as seguintes dicas:

  • Não procure crédito somente quando estiver com a água cobrindo o nariz! Gerentes de bancos e de financeiros são treinados em leitura corporal (“body language”), telepatia, tem sensores de batimentos cardiácos do cliente, tem ‘scanners’ nos olhos,  entre outras tecnologias cibernéticas, sempre com um proposito: identificar se o cliente precisa muito deste crédito, ou se tem outras opções (i.e. em outros bancos). Se houver a percepção que você só tem aquela opção de financiamento, você irá pagar muito alto. Se convencê-lo que há outras opções ele/ela cederá. Em outras palavras, negocie forte. O gerente de banco tem altíssimas metas de empréstimos e receitas para cumprir!
  • Mostre-se quão bom cliente você pode ser para o banco, seja via aquisição de outros serviços, pela pontualidade nos pagamentos que você cumprirá, ou pelo seu bom nível de renda, etc.
  • Não tente enrolar! Não se esqueça que os gerentes são muito bem preparados!

As regras são as mesmas para PFs e PJs, com a diferença que para PJs o espaço para negociação é mais abrangente.

Acreditem, isto funciona! Mas tem que ser honesto e fazer direito! Abraços, F.

Anúncios