Os mais velhos lembrar-se-ão quando o Rei Pelé (do meu Santos FC de Glórias Mil) declarou que o brasileiro não sabia votar – isso lá nos idos de 70 e pouco. Quase foi deportado o pobre. Pois eu afirmo: o brasileiro não sabe se endividar. E tem gente que duvida…

Olhem só que reportagem bacana que está no link abaixo. Dá uma visão perfeita da situação do brasileiro:

  1. Poucos tomam crédito – porque é muito caro, naturalmente
  2. Não fazem idéia do quanto pagam de juros

Aproveito para comentar sobre um tema sobre o qual venho sendo “desafiado”: “a coisa não está tão ruim para a pessoa fisíca, pois o povão toma crédito consignado e para automóveis, que são mais baratos“.

  1. Consignado: é bem mais barato e, atualmente (mas caindo), representa 55% da categoria Crédito Pessoal. Primeiro, há os outros 45% pagando muito caro. Segundo, metade dos velhinhos pararam de tomar remédio para pagar o consignado. Crédito menos caro não é sinônimo de controle orçamentário.
  2. Crédito para veículos é barato mesmo? Eu comprei um carro no último sábado. Podia ter parcelado em zilhões de prestações SEM JUROS!!! Preferi brigar até a morte e pagar à vista. O desconto obtido resultaria no pagamento de uma taxa de juros tão alta, mas tão alta, que faria agiota corar! 

Falta muita educação financeira e creditícia neste país…

Abraços, F.

http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/08/27/consumidor_nao_conhece_taxa_de_juros_de_financiamento_diz_acsp_1602662.html

Anúncios