Caros,

O link abaixo vem do A Mão Visível (ver Blogroll ao lado). Nele o Alex, utilizando-se de dados do Celso Pastore (ex-BC, consultor e professor), prova que o Brasil não “importou” inflação via preços das commodities. Nos últimos dias, vêm se alardeando que a inflação caiu no país, por conta da queda dos preços de várias commodities (esta é a tese, inclusive, do ministro Mantega).

Assumindo que feras como Alex Schwartsman e Celso Pastore estão corretos, a “porção inflação de custos” da nossa carestia estaria eliminada. Sobraria então a “porção inflação de demanda”, que existiria por conta de excesso de consumo, turbinado pela retroalimentação de importações baratas, emprego e salários em alta e, principalmente, oferta de crédito abundante.

Então, a queda da inflação teria a ver com uma suposta combinação de oferta de bens e serviços em alta (pouco provável) e redução do crédito (mais provável). Esta é a tese do Blog do Crédito, i.e. ambos, endividados, bancos, varejistas e seguradoras de crédito, chegaram perto do seu limite de concessão e doação de crédito.

Fica agora o gerenciamento dos maus bocados que passarão os neo-endividados, num momento de aperto de monetário.

Abraços e boa leitura (bem técnica), FB

http://maovisivel.blogspot.com/2008/09/ainda-o-preo-de-commodities-e-inflao.html

Anúncios