Caros,

Hoje será mais um dia dominado pela escandalosa crise dos bancos internacionais de investimentos e quedas nas bolsas. Ontem eu dizia que a Bovespa se recuperaria hoje ou amanhã. Hoje está difícil, pois está mais fácil se convencer de vender papel do que comprá-los.

Bem, o link do dia vem da Economist e é o primeiro artigo na imprensa (que eu achei) a falar do problema dos derivativos de crédito (os famosos CDS’s, cujo valor está ao redor de USD 62 trilhões).

A associação que rege o mercado global de derivativos está lutando para que todos os players deste mercado façam uma liquidação dos contratos, para que se minimize o volume em risco, i.e. que se assuma o lucro ou prejuízo dos contratos em aberto. Será que dá? Já pensou o que os bancos de investimentos terão de prejuízo? Como os ativos originais, i.e. empréstimos, bonds, perderam valor imensamente, os provedores de hedging (eg Lehman, Merril, etc.) terão que pagar imensas quantias para os bancos e fundos que carregam os empréstimos e bonds. Não há dinheiro para isso.

Leiam os recentes posts sobre counterparty risk e o link abaixo.

Esse é um capítulo da crise de fundamental importância, que vem sendo mal explorado por falta de conhecimento.

http://www.economist.com/finance/displaystory.cfm?story_id=12209615

Abraços, Fernando

Anúncios