As bolsas da Ásia derreteram, na faixa dos – 5%, e o mesmo acontece na Europa enquanto escrevo (-5% é o padrão).

Tudo que podia dar errado…vem dando errado. A começar pelos europeus que não conseguiram transmitir segurança e no final-de-semana tiveram que resgatar os aparentemente já resgatados Fortis e Hypo Real State. Agora, fala-se do italiano Unicredito.

Agora juntou tudo: (a) Insegurança com o sucesso do pacote americano, (b) Insegurança com as finanças européias, (c) Recessão em todo o mundo desenvolvido, (d) Insegurança com o crescimento chinês.

O link abaixo, focado em Europa e Ásia, dá uma visão geral do humor do mercado.

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601087&sid=a21yyFOJAbYk&refer=home

E agora começaram a falar da “próxima onda” da crise, na economia real, com as empresas tendo dificuldades para rolar suas dívidas – o que chamo de Risco de Refinanciamento. Assim como os bancos estão com medo uns dos outros – e, portanto, não dão crédito no interbancário -, tais bancos estão com pouca liquidez e morrendo de medo que as empresas também não consigam linhas em outros bancos. Paralisia e e encarecimento do crédito são as palavras da moda – e aqui acontece a mesma coisa, ainda que em menor extensão.

http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=20601087&sid=aktjzhZEdgfY&refer=home

Até a poderosa Califórnia, do poderoso Arnold “Governator” está em crise, pois não consegue captar dinheiro.

Para mim, o drama está na DESORGANIZAÇÃO DO SISTEMA FINANCEIRO e a pergunta é: QUEM E COMO RESTABELECER A CONFIANÇA NO SISTEMA, PARA QUE ESTE SE REORGANIZE?

Os executivos, empresários e homens de governo não estão sabendo lidar com a crise porque ela é única em sua complexidade, inovadora (no pior sentido), gigantesca e global.

Estaremos vendo o final do Capitalismo Financeiro?…

Estaremos vendo o início de um processo de estatização em massa do Sistema Financeiro global?

Coração forte + boa semana para todos,

Fernando