Caros – com o sistema financeiro do mundo desenvolvido vivendo um misto de incapacidade de emprestar com desinteresse em emprestar – como só foi visto em 1929 (e nos 17 anos seguintes, como bem apontou o nosso querido Álvaro S.) – não haveria outro destino para a economia mundial.

Num mundo que se viciou em crédito, fazendo com que a economia global crescesse de forma anabolisada, até os menos endivididados (como o Brasil e a Am.Latina) sofrerão, afinal, no mínimo 20% do funding disponível sumiu…

Leiam esta nota do NYT, sobre o relatório do Banco Mundial/BIRD.

Para mim isto é apenas constatação do óbvio. Salvos honrosas exceções, vários de nós já sentimos no dia-a-dia os efeitos das conclusões deste documento.

Abraços,

Fernando

PS: ontem eu escrevi que esperava uma semana tranquila. Erro monumental: tem COPOM (será que cai 1% de novo? Tomara!) e o anúncio do PIB do Brasil em 2008 (mas o que vale mesmo é saber como foi o do 4o. trimestre…). Semana será quente na mídia e nas bolsas!