Acabo de ler este ótimo post do Alexandre Schwartsman, economista-chefe do Banco Santander/Real e ex-diretor da área internacional do Banco Central. Usando outros argumentos, ele também conclui que poderemos ter um crescimento vigoroso no final deste ano.

Tomara! Abraços, F.